A GUERRA DAS STREAMINGS

saas


Fala galerinha que nos acompanha aqui no Los Geeks, hoje vamos falar sobre um assunto um pouco diferente do que estamos acostumados, pois hoje iremos falar sobre uma coisa séria que está acontecendo e que logo logo afetará a todos nós, os verdadeiros fãs do mundo geek.

A internet é um grande marco na vida de todos e isso juntou e afastou muita gente, aproximou que estava longe e acabou afastando os que estão perto, porém uma coisa que vinha recentemente unindo casais e gerando amizades, está com seus dias contados (ao meu ver), estou falando das nossas amadas streamings.

Antes de começar vamos explicar de uma forma resumida o que seria uma Streaming. Os sistemas de streamings são empresas digitais onde você paga por um serviço de determinados assuntos por um certo tempo e isso lhe traz em troca produtos (muitas vezes digitais), que serve para sua diversão.

streaming

As maiores empresas de stremings que conhecemos hoje em dia são: a poderosa Netflix que é a maior no ramo de série e filmes, o Spotify que seria o “rei” no ramo musical e a Steam, que é a líder entre as streamings de games mundo a fora. Ainda temos outras famosas como Apple Music, Play Storie, My Space, Amazon Prime entre outras.

Antes de começar a colocar meu ponto de vista nessa postagem, gostaria de ratificar que não sou contra a criação de outras streamings, pois abrem espaços para a concorrência, fazendo com que isso seja uma vantagem para os consumidores que terão várias opções e com isso preços variados a sua disposição. Mas como o foco do nosso site são os animes, filmes, séries e games, vamos focar nas stremings desses ramos.

Se plataformas como o YouTube abriram o caminho para um futuro em que a transmissão fosse algo diário e acessível, as streaming não eram assim até a incursão da Netflix, que com um modelo diferenciado abriu as portas para o sucesso de stremings  pelo mundo. De uma forma bem popular de se dizer, a Netflix garimpou um terreno e acabou descobrindo uma mina de ouro ali. No entanto, as forças das trevas começaram a se mover dando origem a uma guerra que se acreditava estar longe, mas agora, parece ser o começo da mudança de nossa forma de consumir e pagar conteúdo on-line, bem-vindos, essa é “A Guerra das Transmissões”, ou simplesmente, “A Guerra das Stremings”, uma guerra em que os únicos perdedores são nossos bolsos.

O sucesso da Netflix (onde conta com mais de 105 milhões de assinantes nos países onde seu conteúdo é ofertado) se deu pelas diversas variações de conteúdos e por seus preços acessíveis que permitem o acesso de todos. Porém esse domínio da empresa sobre esse tipo de conteúdos parece está com seus dias contados, e tudo isso começou quando a toda poderosa empresa dona do rato mais famoso do mundo (Disney), ao ver o sucesso da Netflix, resolveu soltar uma nota onde dizia que retiraria todo seu conteúdo da plataforma no fim de 2019 e que iria criar o seu próprio sistema de Streaming, o que acabou gerando uma onde de “Maria vai com as outras”, e empresas grandes como HBO, Fox e Sony que já tinham esses mesmos projetos em mente, fizeram o mesmo, o que fará com que a Netflix deixe de adquirir produtos dessas produtoras futuramente, obrigando-a a começar a ter em seu catálogo somente seus próprios produtos, o que não é bom para ninguém.

Sem Título-1

Ao meu ver, se cada produtora de filmes e séries criarem seus próprios conteúdos e vendê-los em streamings próprias, em questão de poucos anos teremos umas 20 empresas do mesmo ramo nos oferecendo os mesmos conteúdos, e vai ser ai que a Netflix e a Disney vão se destacar, pois seus conteúdos atualmente já são variados e já contam com um vasto catálogo próprio, enquanto que outras empresas até chegar em um mesmo nível de conteúdo dessas duas poderão desistir e ficaríamos sem seus conteúdos em nenhum lugar. Vou dar um exemplo: A poderosa HBO, seu maior sucesso é reconhecidamente Game Of Thrones, porém seus outros produtos não tiveram tantos sucesso assim, seja em filmes ou séries (nesse momento fãs de Sex and the City,  Westworld, True Blood, Oz, Rome, True Detective, Veep e Os Sopranos devem está me xingando muito, calma gente!) e isso limitaria bastante uma streaming da HBO. Falo isso porque eu mesmo não teria coragem de pagar pra poder ter os conteúdos dela, não que seja ruim, mas que nem todos me agradam.

A diferença da Netflix para o que está por vim é o fato de que ela contava com um pouco de cada, o que não a deixava enjoativa. A Disney por exemplo, sempre foi a maior empresa do ramo infantil, tendo milhares de sucessos lançados em sua história, porém também com milhares de fracassos ao tentarem produzir conteúdos adultos. Para se ter uma noção do que está por vim, com a saída da Disney do catálogo, produções gigantescas sairão de cena no Netflix, você não verá mais filmes clássicos como Rei Leão, Tarzan, Hércules, produções da Pixar, a franquia Star Wars e até os produtos da Marvel e isso é um soco no estômago da Netflix. 

Devemos nos preocupar? A resposta curta: Não. Pelo menos por enquanto na região latino-americana, o conteúdo permanecerá como está, no entanto, não vamos esquecer que este pode ser um primeiro passo para depois unificar a plataforma que a Disney pretende lançar, e se funcionar como está previsto, este tipo de movimento não seriá novidade pois no passado eles já experimentaram esse tipo de negócio, especificamente na Inglaterra com a DisneyLife lançada em 2015, mas agora parece que vem com tudo.

Para finalizar, não acho que será uma boa para as grandes empresas do ramo como a Netflix e a Steam perderem seus principais produtos de vitrine, pois além de perdermos muita coisa (muita gente não terá grana pra assinar com todas as empresas) ainda vamos ver o fim de algo que só veio para alegrar as pessoas, ajudando muito a passar o tempo e apresentando uma vasta variedade de conteúdos. Então o que nos resta agora é somente rezar para que não acabem com isso e que esse que vos escreve possa está completamente errado.

Fico por aqui e espero que as streamings vivam muitos anos. Comentem o que vocês acham sobre esse assunto. Até mais!


Gostou? Compartilhe!



[Total: 1    Média: 5/5]

Flamenguista fanático, viciado em animes, séries, filmes e games . Frase: “Eleve seu cosmo, aumente seu ki, confie no coração das cartas e nunca se alie ao lado negro da Força”.