VOCÊ CONHECE O PHANTOM SYSTEM?

Phantom


O Phantom era um dos milhares de “genéricos” que existiam no Brasil e que rodavam os jogos do Nintendinho 8-bits – o qual não existia ainda oficialmente no país. No caso do Phantom, ele rodava os cartuchos de 72 pinos (modelo norte-americano) e era preciso um adaptador para rodar os de 60 pinos (japonês). Falaremos mais sobre isso abaixo na matéria. Mas tinha genéricos para todos os gostos, inclusive alguns mais “modernos” que aceitavam os dois tipos – uma verdadeira guerra dos clones.

phantom-system

Falando sobre clone, o controle original (imagem abaixo), que vinha com o Phantom, era igualzinho ao de Mega Drive. Tinha um formato de “U” virado, tipo bumerangue, e três botões: A, B e o START (que era um botão mais afundadinho no joystick). A poeira acumulava nas letras gravadas nos botões, e era preciso uma ponta de palito de dente para limpar. Possuía ainda um SELECT azul, fininho, acima dos outros.

controle-phantom-system

Na hora de segurar o controle, a forma do U virado era confortável. Ficava uma parte “guampudinha” na palma da mão, mas era com ponta arredondada e não machucava. Outra coisa boa do controle é que era fácil de abrir, desmontar e montar de novo (diferente dos de PlayStation, que dão um trabalhão com aquele monte de botões na parte de cima).

pistola-phantom-system

No Phantom ainda teve a pistola. Era uma arma mesmo, conectada no lugar dos joysticks, e com a qual a gente dava tiros na televisão. Ótima para games de tiro (lógico), tinha uma resposta que, na época, me parecia muito boa. Claro que outros consoles também tiveram suas versões de pistola (o Super Nintendo tinha até uma bazuca).

caixa-do-console-phantom-system-original-621611-MLB20580668877_022016-F

O Phantom System possuía a mesma plataforma 8-bit da Nintendo, e entrada para cartuchos de 72 pinos (padrão norte-americano). Era possível no entanto, utilizar cartuchos de 60 pinos (padrão japonês), com o uso de um adaptador. O Phantom System tinha um gamepad com formato similar ao modelo usado no Sega Mega Drive 1 e geralmente o consumidor levava, na hora da compra, um cartucho junto com o console. Os jogos que acompanhavam o console podiam ser tanto Ghostbusters, Super Pitfall, Gauntlet ou Schwarzenegger´s Predator.

ghostbusters

Na realidade, a Gradiente tinha planos para lançar no Brasil o console Atari 7800, mas vendo diminuir o interesse do público sobre os jogos de Atari e dos clones para o NES, com o lançamento do Dynavision 2 pela Dynacom, decidiram mudar o clone, mantendo a aparência externa.

Abaixo você confere a propaganda do jogo.


Gostou? Compartilhe!



[Total: 2    Média: 4/5]

Flamenguista fanático, viciado em animes, séries, filmes e games . Frase: “Eleve seu cosmo, aumente seu ki, confie no coração das cartas e nunca se alie ao lado negro da Força”.