TOP 10 – NOVELAS GEEKS DA TV BRASILEIRA

Sem Título-1


As novelas brasileiras já fazem parte da nossa cultura (uns querendo ou não), porém como os filmes e séries, existem variações de gêneros e gostos, e um tema de novelas que não poderia faltar é o geek, ou o que mais se aproxima dele. Então resolvi separar algumas das quais eu assisti (ou não) numa lista de top 10. Lembrando que esse é o meu gosto pessoal, então se você se lembra de alguma outra que não foi citada, deixe nos comentários.


10 – Da Cor do Pecado

Da_Cor_do_Pecado_(novela_-_2004)

Quem não se lembra do Romance de Paco/Apollo e Preta, ou das cenas cômicas de Pai Helinho e seus espíritos, porém o que torna essa novela uma das escolhidas para entrar no tema geek era a grande Família Sardinha. Como esquecer a Mamuska e seus filhos (e noras).Abelardo Sardinha (Caio Blat) era o mais “delicado” deles,porém um dos mais fortes quando estava com raiva. Ulisses Sardinha (Leonardo Brício) era o mais sério dos irmãos.Dionísio Sardinha (Pedro Neschling) era o mais engraçado, pois ele vivia imitando e idolatrando seu irmão Thor Sardinha (Cauã Reymond), já esse era o pegador e o galã da família, também o mais forte dos residentes da academia da Mamuska (Rosi Campos).Ainda tinham os irmão gêmeos Paco e Apollo (Reynaldo Gianecchini) que não lutavam com frequência. Passou na Globo em 2004 e reprisada depois em 2007 e depois em 2013 no Vale a Pena Ver De Novo.

da-cor-do-pecado-mamusca-familia-sardinha


09 – Bang Bang

Screenshot_16

Ação, aventura,comédia, romance e bastante tiros, esse era o resumo da novela estrelada por Mary Diana Bullock (Fernanda Lima) e Ben Silver (Bruno Garcia) que causava uma algazarra na cidade de Albuquerque (EUA). Se passando no Oeste americano em meados aos anos de 1880, a novela contava a história de Ben que após 20 anos volta para Albuquerque para se vingar dos que mataram seus pais,más que acaba se apaixonado pela “bruta” Diana, mulher de personalidade e bem rígida. Passou na Globo entre 2005 e 2006.

bang


08 – Negócios da China

Screenshot_17

Novela baseada na cultura oriental, más precisamente na China. Situada nas cidades de Hong Kong e Macau na China,Lisboa em Portugal e Rio de Janeiro e São Paulo, a novela contava a história de um pendrive que vem da China em forma de colar e acaba causando muita confusão nos moradores e em quem está atrás dele. Confesso que não vi essa novela, porém minha mãe via e lembro de algumas cenas, porém ela se encaixa bem no tema pois tem muitas cenas de luta, cenas de ação e muita cultura oriental (quer mais geek que isso?). Passou na Globo em 2008 terminando em 2009.

0,,15590653,00


07 – Meu Pedacinho de Chão (2014)

Screenshot_19

Meu pedacinho de Chão (2014) foi uma uma obra que já tinha passado na Globo no ano de 1971 e ganhou uma nova roupagem mais recentemente, com uma mistura de atores experientes com atores novos ou pouco conhecidos. A sua inclusão nesse tema é pelo fato de a novela ter sido toda produzida com cenários que lembrava uma peça de teatro infantil, ao mesmo tempo que era usado muito bonecos e cenários fakes nas cenas, além de ser muito colorida, desde o cabelo da personagem principal Juliana Alves Menezes (Bruna Linzmeyer) até as folhas das árvores. Passou na Globo no ano de 2014 as 18 horas.

meu-pedacinho-de-chao-final-72144


06 – Morde & Assopra

morde-e-assopra

Novela que contava histórias de Ícaro (Matheus Solano), um homem apaixonado que recriou sua amada Naomi (Flávia Alessandra) em forma de robô. Também contava a história da paleontóloga que vive em busca de fósseis e que acaba tendo uma grande surpresa no final. Quer algo mais geek que androides e dinossauros? Novela da Gobo que passou em 2011 no horário das 19 horas.

100032_36


05 – Vamp

Screenshot_20

Confesso que não lembro em nada dessa novela (até porque eu também era um bebê na época que ela passou na tv), más as pesquisas que fiz me deixou a conclusão de que essa novela foi a pioneira no ramo de cultura vampira e desse estilo de ficção baseada em filmes e histórias americanas e europeias.

Natasha (Cláudia Ohana), uma cantora de rock, vendeu sua alma ao terrível conde Vladymir Polanski (Ney Latorraca), chefe dos vampiros, para brilhar na carreira. Mas ele descobre que em encarnações passadas ela era Eugênia, o seu amor, que preferiu ficar com Jonas Rocha (Reginaldo Farias), a outra vida do capitão Jonas. O conde passa então a perseguir Natasha e a família do capitão, inclusive usando de seus poderes para envolver Carmem Maura (Joana Fomm). Passou na Globo no no de 1991 as 19 horas.

vamp


04 – Kubanacan

Screenshot_21

Kubanacan ao contrário de outras eu acompanhei toda e dessa eu entendo. A novela se passava nos ano 50 e era em uma área que lembrava o Caribe. O personagem principal, Esteban Maroto (Marcos Pasquim), que tinha como característica o grande número de cenas feitas com o dorso nu, imagem que foi utilizada, por exemplo, na capa da trilha sonora da novela, é um homem que sofre de amnésia, e que se vê transformado em um herói contra a própria vontade, sendo envolvido inclusive na política do país. Ao longo da trama descobrimos que Esteban sofre de um distúrbio (mais tarde diagnosticado como esquizofrenia) que lhe provoca dupla personalidade. No final é revelado que quem dizia ser Esteban era na verdade Leon, filho dele com Rubi, vindo do futuro para impedir que a Fênix (uma arma de destruição em massa) matasse várias pessoas como na época dele. Além de Esteban, ainda tinha outros personagens como Carlos Camacho (Humberto Martins), Lola (Adriana Esteves),Marisol (Danielle Winits) e Enrico (Vladimir Brichta), esse último que vivia reclamando de Esteban pelo fato de o cabeludo exibir “suas partes” o tempo todo, incluindo o averso a camisa que o protagonista tinha.
O que fez essa novela entrar nessa posição era o fato de sempre haver cenas de lutas e o “pequeno” fato de um cara ter dupla personalidade, sendo que uma delas veio do futuro pra avisar sobre a criação de uma arma com potência nuclear. Nem mesmo Spielberg poderia criar uma história dessa. Passou na Globo entre 2003 e 2004 no horário das 19 horas.

kubaok


03 – Uga Uga

Uga Uga

Outra no qual eu manjo rsrsrs. Com uma história parecida com a do Tarzan, Uga Uga contou a história divertida de Adriano/Tatuapú (Cláudio Heinrich), que perdeu os pais num acidente na selva e foi criado pelos índios. Ele é herdeiro de um milionário que deixa muita grana pra ele,porém ele só se interessa por Bionda (Mariana Ximenes) e em voltar pra sua antiga tribo. Ainda tem outros parentes que armam para tentar pegar sua herança. Um dos seus amigos é Baldochi (Humberto Martins) um ex-militar que teve que fingir sua morte para todos inclusive sua amada Maria João (Viviane Pasmanter), uma mulher apaixonada por histórias de romance (que Baldochi escreve e ela não sabe). Baldochi tem um irmão mais novo conhecido como Van Damme (Marcos Pasquin) que é apaixonado por Tati (Danielle Winits). Esse era o núcleo principal da trama da novela.Essa novela foi muito adorada pelos seus fãs, principalmente pelo seu público geek que adora as cenas de ação,a história de um herói que lutava contra bandidos, um índio branco, e outros personagens marcantes. Quem não se lembra da Crocoká(Silvia Nobre), uma índia muito feia que queria se casar com Baldochi, Amon Rá (Marcelo Farias) e/ou o Pajé (Roberto Bomfim).

Esse grande sucesso passou na Globo entre 2000 e 2001 no horário das 19 horas.

uga-uga


02 – Mutantes: Caminhos do Coração / Caminhos do Coração

Screenshot_22

Screenshot_23

Duas novelas que viraram uma só, se for contar a história de uma forma resumida, pois ambas se tratam dos mesmos assuntos com os mesmos personagens, seu enredo é um pouco “forçado” pelo simples fato de quererem parecer com o mundo Marvel e seus personagens. Suas protagonistas são duas irmãs gêmeas (o velho clichê da irmã má e da irmã boa) e uma briga terrível entre a Liga do Mal e a Liga do Bem junta com a DEPECOM.

Em Os Mutantes: Caminhos do Coração, as mutações perigosas continuam a se espalhar pela sociedade, que transformam homens e mulheres em vampiros, felinos, serpentes e lobisomens, atacando nas ruas de São Paulo, além de ter boatos de abduções entre algumas pessoas. São Paulo fica mais perigosa porque fica infestada de mutantes. As pessoas, com medo, passam a perseguir todos os mutantes, inclusive os do bem. A Progênese é interditada e o DEPECOM resolve colocar sua sede lá. Os agentes do bem são: Aline, Miguel, Nati, Beto, Marcelo, Cláudia, Hiromi e Toni. Julia Zaccarias (Ittala Nandi) toma o elixir da juventude, rejuvenesce e fica com o corpo de Juli di Trevi (Babi Xavier). Ela revela à poderosa vilã Samira (Bianca Rinaldi); mas, o elixir não dura para sempre e, com o tempo, ela vira Júlia Zaccarias de novo. Maria e Marcelo reúnem a Liga do Bem na mansão que pertencia à família Mayer. Este passa a ser o refúgio (ou quartel-general) dos mutantes do bem de onde começam as aventuras de toda a trama.

As novelas passaram na Record nos anos de 2007/2008 e sua segunda parte entre 2008/2009. Começavam as 20 horas.

Screenshot_24

Screenshot_25


01 – O Beijo do Vampiro

Screenshot_26

Novela que abriu as portas para as últimas lançadas do tema geek, pois ela foi a responsável por trazer o mundo de Drácula e seus companheiros vampiros para as telinhas de uma forma diferente, divertida e com bastante efeitos. Sem dúvida foi a novela que eu mais acompanhei e a que mais gostei.
Novela que contava a história de Zeca (Kayky Brito) que era um filho do Lord Bóris Vladescu (Tarcísio Meira) e que foi trocado quando nasceu e que quando atinge os 13 anos começa a desenvolver seus poderes de vampiros. Essa novela contava com boas histórias, com um bom elenco e (para a época) bons efeitos especias e maquiagens.Durante toda a história quase que todos os personagens acabam se tornando vampiros, uns indo para o lado mal, e outros que acabam mesmo sendo vampiros se controlando e segurando as pontas.

Outro fato de eu ter escolhido ela como a primeira foi o fato da originalidade e o uso correto das características dos vampiros clássicos, como o fato de um vampiro só adentrar em uma residência após ser convidado pelo morador, e as clássicas estacas de madeira, cruz e água benta, entre outras. Outros efeitos como o do Monstro do Espelho foi marcante na novela, além de personagens como o grandão do Godzilla (Tony Tornado), o anjo Ezequiel (Celso Frateschi) que sempre tocava Padre Nuestro ( E Nomine) ou Zoroastra (Glória Menezes) uma hippie que não se irritava com nada.
Sua trilha sonora também se destacava com músicas de Pink Floyd, Madonna, Shakira, Julio Iglesias, Norah Jones, Fábio Jr. ,Deborah Blando, Titãs e Adriana Calcanhoto.

Por esses e outros que essa novela foi a melhor novela geek no qual eu assisti. O Beijo do Vampiro passou na Globo entre 2002 e 2003 as 19 horas.

img-513996-o-beijo-do-vampiro20130524191369433493


Gostou? Compartilhe!



[Total: 1    Média: 5/5]

Flamenguista fanático, viciado em animes, séries, filmes e games . Frase: “Eleve seu cosmo, aumente seu ki, confie no coração das cartas e nunca se alie ao lado negro da Força”.